Os nossos míudos

3 opinioes

Carregar na foto para ver o plantel

Os juniores do Vitória Sport Club estão apurados desde o último sábado para a fase final do Nacional de Juniores. Estes são, 2 anos depois, os mesmos jovens que alcançaram a fase final do Nacional de Juvenis, intrometendo-se na altura, como agora, na luta a 3 com os grandes de Lisboa (sendo que na altura se lhes juntou o Boavista e desta vez o Futebol Clube do Porto).
Confirmam assim com todo o mérito, o estatuto que há já alguns anos lhes atribuía: São a melhor fornada da formação do Vitória da última década.

Diria que desde o tempo em que Makukula era júnior (agora com 28 anos) que não tínhamos tão boa equipa. E com traços de garantia de futuro para o clube, de onde 8 jogadores, pelo menos, no espaço de 2 anos, podem e devem integrar o plantel, principal começando já na próxima época.
A área em que Portugal existe maior dificuldade em criar jovens de qualidade está garantida por dois excelentes avançados: Lucas e Jussane. A frescura e garra dos jovens extremos Diogo Lamelas, Rafael e Fausto, a raça do centro-campista 'musculado' à portuguesa de Cristiano, a qualidade de criacção de Dinis e Bruno, e o acerto defensivo dos centrais Hugo e Vitor, vítimas de muitos anos a jogarem juntos que lhes permite jogarem de olhos fechados, dão garantias de futuro certo para estas bandas. Desde que o clube não desperdice esta fornada de jovens talentos. Esta análise não fala mas não esquece de todos os outros nomes que têm contribuído para esta campanha fantástica, mas principalmente não posso deixar de realçar: o nome do comandante desta tropa é o mesmo de há dois anos Luiz Felipe.
Read On

As voltas que isto dá

2 opinioes

É curioso como este senhor é capaz de mudar de discurso. Eu que pensava que a ideia de coligações interessava mais do que ao PS, PSD, CDS, CDU, BE ou qualquer outra força, a um certo individuo que sozinho nunca chegaria a um governo. Mas agora diz que está interessado em mostrar as ideias do seu partido e a diferença deste para os outros. Eu explico-lhe: Os outros são partidos, o seu já foi antes de se transformar num projecto pessoal.
Read On

PSD desistiu das Europeias

0 opinioes

O Partido Social Democrata acabou de lançar para a rua a noticia de que desistiu das próximas eleições europeias. Com o novo cartaz de Manuela Ferreira Leite aquilo que já muitos temiam confirma-se e Paulo Rangel será mesmo, em vez de candidato a umas eleições, o portador do cartão amarelo a Sócrates (ou atendedor de chamadas de uma linha de apoio ao cliente insatisfeito?). É uma estratégia, muitos dirão. Eu prefiro chamar-lhe subversão da democracia, e aproveitamento político de um descontentamento 'generalizado' - tão generalizado que não chega para tirar a maioria a Sócrates numas possíveis Legislativas - para com um orgão de gestão do país, fazendo-o sentir-se numa eleição para os representantes no Parlamento Europeu, de onde saem grande parte das decisões sobre a nossa vida enquanto um todo. Exigia-se outra responsabilidade do segundo partido mais representativo do panorama político português. Exigia-se Política de Verdade.


Read On

Seu 'ganda' heterossexual!!

4 opinioes

Recebi este fim-de-semana por email um convite para participar num inquérito online que me fez pensar de novo em algo que já tinha equacionado noutros tempos: que sentido faz etiquetarmos os indivíduos com hetero, homo, lesbo, bi, etc etc? Não é esta colagem a uma expressão per si uma forma de descriminação? Ou será apenas a carga ambipolar que carregam estas expressões?

Um individuo não nasce com orientação sexual definida. Assim o defendo pelo menos. Logo uma etiqueta definitiva não faz sentido porque nunca saberemos aquilo que a vida nos reserva. Por isso quando fui confrontado com algo do género "se é heterossexual, prossiga para as respostas sobre a sua opinião sobre pessoas LGBT" senti-me descriminado, e prestes a descriminar. Eu sou um homo sapiens do sexo masculino que mantém uma relação, seja ela fruto de química, electrodos ou sentimentos, com outro homo sapiens do sexo feminino. Somos seres da mesma espécie mas sexos diferentes que se relacionam. Isso tem de fazer de mim um heterossexual ou não? Numa luta que se faz pelo fim da descriminação, que grande parte das vezes se faz sentir com etiquetas consideradas agressivas, o fim desta mesma descriminação pode ser um passo interessante.
Read On

Novo projecto

6 opinioes

Está apresentado oficialmente desde o almoço de Sábado, 25 de Abril, do Partido Socialista, o novo projecto que decidi abraçar: a candidatura à Junta de Freguesia de São Sebastião. Serei o elemento mais novo das listas do PS de Guimarães e tentarei responder à altura das exigências quer da responsabilidade, quer das necessidades da minha freguesia. Encabeçarei uma lista a ser divulgada brevemente, recheada de pessoas em que acredito. O projecto está montado e tem espaço ainda para contribuições das gentes de Guimarães, especialmente da Nossa Freguesia, que poderão chegar até nós através de uma plataforma "blogoesférica" a ser lançada brevemente. Será mais do que uma candidatura partidária: será um projecto de gente preocupada com a sua freguesia e com capacidade e iniciativa de participação e intervenção pública. Mais novidades brevemente.




Read On

Menina de 11 anos obrigada a casar

7 opinioes

Afinal "não tem nada a ver com tradições ciganas" e quem o diz é o presidente da União Romani, Vítor Marques. O caso da míuda obrigada a casar com 11 anos, confirma-se que se trata de etnia cigana como algumas vozes já faziam circular. Mas com esta declaração já é moralmente aceitável que se condene. Senão tínhamos que aceitar tal ancestral tradição. Caso contrário éramos racistas. Toda a tradição merece ser respeitada e devemos absternos de criticar a diferença? Não se esta for contra os nossos príncipios e aqueles que acreditamos ser os do bom caminho do desenvolvimento da humanidade.
O mesmo presidente da associação acrescenta ainda que se está a ganhar consciência da maturidade necessária para o casamento.
E atenção, o caso não é mais nem menos condenável por se tratar de uma família romani. É um post sobre uma discussão que tenho tido muito ultimamente sobre os limites do que é racismo e o que são críticas a formas de viver, e o direito que temos de comentar a cultura alheia.
Read On

Orgãos oficiais do PSD voltam a atacar

5 opinioes

É oficial. O Público caiu no ridículo. Rendam-se às evidências se não acreditavam nas forças ocultas e nas teorias da cabala de que Augusto Santos Silva falava. Sócrates pode ser culpado. Pode não ser. Mas, se a noticia dada pela TVI ainda tem algo de informativo, apesar de levantar suspeitas sobre a forma como obtêm este tipo de videos, a outra tem 0 de noticia e foi criada pelo jornal ao longa da última semana.
Read On

Porta aberta para mais processos

7 opinioes

Numa decisão que começa a dar que falar, a Internet volta aos tribunais e as capas dos jornais pelos piores motivos. Os criadores do site "Pirate Bay" foram condenados por "cumplicidade em partilha ilegal de ficheiros", por manterem o maior site de torrents do planeta. Acontece que aquele site apenas aloja ligações de material que estar a ser 'upado' instantaneamente por utilizadores a qualquer hora, e descarregada por outros, sendo que o tal de torrent é um "ligação" entre ambos. Os rapazes que prestavam este serviço à grande comunidade da internet vão pagar a brincadeira a valores próximos dos 3 milhões de euros. A justiça agarrou-os e tornou-os o mau exemplo para todos os outros, levantando algum clima de receio entre os utilizadores da Internet. Levanto apenas uma questão: Os cassetes dos meus desenhos animados de pequeno diziam explicitamente no inicio que eu estava proibido de a emprestar ou passar publicamente. A verdade é que convidei amigos para as ver e deixei algumas delas irem para casa deles. Será que os meus pais (enquanto tutores de um menor 'criminoso' de 6 anos) deviam ter sido julgados?
Read On

A imagem da diferença

6 opinioes

Guiado pelo post do "Ociosidade" visitei de seguida estes dois sites. Se só a imagem contasse não restavam dúvidas: cheira a 'mofo' a "Política de verdade" de laranja e a esperança o outro ao lado.
Felizmente para o caso, as imagens estão directamente relacionadas com a forma de pensar e agir. As propostas jovens, progressistas e que alimentam esperança estão no Sócrates2009.
Read On

PS dá passo à esquerda

3 opinioes

Depois de já o ter rejeitado uma vez, o PS reposiciona-se na questão do levantamento do sigilo bancário em casos de fraude e corrupção e prepara-se para hoje dar um passo que Francisco Louçã já considerou ser enorme para a democracia do país e para a maior facilidade de combate ao crime fiscal. Provavelmente um dos muitos pequenos passos que o país ainda precisa de dar para acabar com a corrupção. Pelo fim da impunidade...
Read On

Só neste país..

1 opinioes

O órgão oficial do PSD tem na abertura o seu site uma notícia ridícula de tentativa de das duas uma: ou promover o fraquinho novo trabalho dos Xutos e Pontapés, ou criar um qualquer novo movimento anti-Sócrates que teima em não resultar. O jornalismo faz-se de isenção. Mas dentro das margens das leis podem-se contornar regras e moldar mentalidades e opiniões. Mas esta parece mais uma notícia de primeiro de Abril. Como se faz notícia de uma especulação que nenhum dos intervenientes confirma ou comenta a suposição? Vergonhoso! (a letra da música em questão)

Pode ser que esta outra notícia venha alterar a situação da comunicação social partidária de lutas individuais.
Read On

Pela boca morre o peixe Tigre

0 opinioes

Cartoon de Miguel Salazar e agradecimento ao email do Casimiro.

“…iria DAR ao Guimarães um set na Taça… e ficaríamos com 3-1…”

Francisco Fidalgo (treinador do Espinho)
Read On

Simplex

0 opinioes

Aquela que foi uma das maiores vitórias da última legislatura, conhece em 2009 e na próxima novas batalhas. O Simplex, trunfo argumentativo de José Sócrates em qualquer debate sobre o que se fez em Portugal nos últimos 4 anos, promete para o próximo ano dar novos passos na desburocratização do pais. A partir deste ano, os cidadãos terão acesso directo online ao registo do boletim de vacinas, ao subsidio parental e ao que o programa chama de “contribuinte informado”. As PMEs podem apressar-se através da via verde automática para projectos aprovados pelo QREN e simplificação nos reembolsos de IVA para empresas exportadoras. E para a função pública estão guardadas inovações que como em outros casos, seria óptimo vê-las a alastrar para os privados: o recibo de vencimento electrónico e a identidade comum para sítios públicos. Estas medidas estãos disponíveis todas para consulta no simplex.pt.
Read On

Para descontrair..

1 opinioes

Obama ouviu contar aquela anedota do Português a ladrar: "Eu Bo, Bo!" e esolheu o nome para cão de àgua da Casa Branca. 
Read On

A Taça é nossa!

0 opinioes

Estava prometido o post e aqui está ele. Os Campeões Nacionais de Voleibol trouxeram da Povoa do Varzim esse sonho que haviam tentado conquistar por 3 vezes. À quarta foi de vez e podemos agora juntar esta menina à sala de trofeus: 


Taça de Portugal de Voleibol com Alan Cocato
Desculpas pelo roubo ao Vimaranes e Fotoguima pela foto. 
Read On

Crise também em Guimarães

0 opinioes

Pouco antes da rebentar a crise, estavamos todos igualmente falidos, mas o ambiente para investir e comprar era diferente. Falava-se, e havia projecto para 3 novas grandes superfícies de compras. A história mudou e agora Guimarães é uma das muitas cidades afectadas pela crise, dos 14 Shoppings que atrasaram a abertura. Isto está bom é para outlet's e intermarchés baratinhos!
Read On

Falta de qualidade e concorrência desleal

0 opinioes

O Vitória voltou a empatar ontem e acalmou assim os loucos, como eu, que começavam a voltar a acreditar na UEFA. Num dia em que ainda por cima podia ter-se aproximado de dois adversários directos que empataram entre eles. O Vitória agradece a Roberto o facto de ter empatado e não perdido, o Braga agradece a um dos seus muitos pontas-de-lanças (reforços que chegaram aquando da união de facto com o FC Porto):

Read On

1 Passo para Nova História

0 opinioes


Parto dentre momentos em direcção à Povoa do Varzim com um sonho que já há anos transportei até Santo Tirso na primeira vez que pudemos fazer história: Vir para Guimarães a festejar o título de vencedor da Taça de Portugal de Voleibol do Vitória. Era mais um momento bonito numa história já recheada de alegrias. Porque aquela secção me diz muito, e por ver rapazes com quem cheguei a partilhar as manhãs de sábado a pisar um enorme palco, desejo-o com muita vontade. Daqui a umas horas regresso. Espero que para fazer um post de felicidade. "'Bamo'bora'bitória!"
Read On

Más notícias

0 opinioes

O escritor português contemporâneo com maior notoriedade, José Saramago, está doente no hospital. A sua morte até já esteve anunciada no final de 2007, mas sobreviveu e até editou novo livro. Que a medicina esteja do seu lado, e o seu corpo tenha força de recuperar para que daqui a 3 meses a notícia seja de novo livro e não de coisas piores. As melhoras!
Read On

Nostalgia do tempo que não vivi

11 opinioes

Todos os dias falamos no que mudou no mundo com muita admiração. Há 10 anos, uma disquete de 1 ‘mega’ transportava a informação necessária para um trabalho, um jogo, etc. Hoje compramos discos com 1000 ‘gigas’ – os impensáveis ‘teras’ – e enchemos com tudo o que a geração da internet nos disponibiliza gratuitamente. Mas o mundo mudou em outras coisas que não nos apercebemos tantas vezes.
Há 50 anos atrás, não era eu nascido obviamente, e portanto falo por histórias e recordações alheias, Os adultos da altura trabalhavam sem complexos na agricultura, e nas confecções. Ainda há quem o faça claro está. Mas a classe de onde vem a grande classe média-baixa actual vivia de trabalhos deste género. Tinham empregos de poucos escudos por mês, e a viagem da vida deles era para Lisboa, ou ao Algarve. Passávamos para alem da fronteira uns metros e tínhamos ido ao estrangeiro. Dividia-se o pão que havia na mesa, e remediava-se com uma malga de caldo. Vivia-se alegremente, ou é apenas a nostalgia de quem me conta.
20 anos depois, ou se quisermos, há 20 anos, no meio caminho entre esse passado, e o nosso futuro, Portugal teve dinheiro. As pessoas dessa classe subiram às vezes sem o perceberem na vida. As condições gerais de vida melhoraram abruptamente. A viagem da vida começou a ter aviões à mistura. Ea comida na mesa tornou-se abundante. Era tempo de mostrar riqueza e bem estar através da barriga grande. Engordamos as mesas e as carteiras e mostramos a toda a gente que o fizemos. Foi tempo de jóias generalizadas e de lançamento de marcas para estas classes, que vestiam agora moda. Perdeu-se a alegria nostálgica de quem o conta?
Nos “tempos de hoje”, regredimos. O Pais e os seus cidadãos contam trocos. Trabalham-se já turnos duplos para aguentar um estilo de vida que se acaba sempre por abandonar. Já ninguém tem vergonha de novo da calça manchada de lixívia, do carro sujo, e de anunciar que a quem tenha que ouvir que não há dinheiro para festas e festins. Perdemos a barriga cheia e a vergonha de não a ter.
Felizmente o mundo adaptou-se a nós, e os luxos que se tornaram essenciais estão agora a preços da chuva de novo. Telemóveis, portáteis, viagens low cost e outros “adereços” com que decoramos a vida. Estamos aptos a contar estes dias aos netos com as saudades de quem me conta a vida de há 50 anos.

Sem rigor histórico ou cientifico, assim vejo a mudança do mundo em que eu não vivi naquele em que me vejo a crescer.
Read On

Lisboa é Portugal, o resto é deserto.

0 opinioes

Em Portugal passamos a vida a debater centralismo, a discutir descentralização do poder e ciclicamente a falar sobre regionalização. Mas há uma coisa quem em Portugal temos que mudar mais urgentemente: as mentalidades. Seja nos discursos políticos, nas discussões de fórum nacional, ou, principalmente, na comunicação social existem duas realidades no país: a de Lisboa, a cidade de Portugal, e aquelas notícias "patuscas" muito giras para encher telejornais nas aldeias sem habitantes ou no Portugal Rural em geral. E esta mentalidade passa para as decisões e para as distribuições de investimento nacional. Fica aqui mais um exemplo de notícia sobre A Cidade, seja ela qual fora para mim que sou da aldeia.
Read On

Há quem tenha a mais, e quem tenha a menos..

2 opinioes

O Casimiro Silva deixou uma pergunta num dos seus posts de ontem: Onde pára o planeamento neste país?

Eu descobri a resposta: Está numa sala cheia de licenciados em vários cursos da área e mais uma porrada de indivíduos para sempre incógnitos a fazer contas para tentar provar que é preciso uma terceira ponte sobre o Tejo e um novo aeroporto para lá para a terra de quem importa.
Read On

Durão não...

5 opinioes

“Durão Barroso foi um defensor acérrimo de Bush, da invasão do Iraque e do neoliberalismo e acho que o doutor Mário Soares tem razão, se os socialistas europeus votam no Durão Barroso é a prova da crise dos socialistas europeus. Independentemente da pessoa, não se pode ser um seguidista de Bush e um admirador de Obama”

Durão Barroso até há bem pouco tempo poderia parecer um nome consensual para a recandidatura. De hás uns tempos para cá a situação alterou-se e começaram-se a ouvir nomes de alternativas para um dos cargos mais importantes da Europa. A bomba chegou a Portugal pelas mãos da eurodeputada Ana Gomes e começou a dar que falar. Os argumentos apresentados por Manuel Alegre e Paulo Pedroso, podem à partida parecer uma tentativa de levar uma vitória caseira para uma disputa europeia - visto que o nome de António Guterres foi sugerido - no entanto os argumentos apresentados parecem-me válidos. Estando a Europa a atravessar uma das suas maiores crises por reflexos de falta de regulação dos mercados, o neoliberal Durão pode, de facto não ser a solução a adoptar pelos Socialistas Europeus.
E se o português terá a primeira impressão, mais desatenta, de achar esta recusa de apoio a José Manuel um acto de atentado para com a pátria, terá de reflectir que este foi o senhor que trouxe Bush às Lages, e apoiou a entrada no Iraque à procura de armas que não existiam.
Read On

Abertamente Falando citado no Público

1 opinioes

caderno P2, jornal Público 5 de Abril 2009
Read On

Prémios destes...

0 opinioes

Sem querer estar a ligar o "achometro" quanto as causas que levam a esta pouco digna distinção importa antes tentar percebe-las. Se for caso disso investir na prevenção, na informação, ou ainda na melhoria das condições desta estrada. Porque este é o tipo de prémios que nenhum concelho gosta de receber.
Read On

Descubra o ponto em comum entre os dois videos

0 opinioes





A falta de respeito vem duas vezes da mesma boca. Pensem bem antes de reelegerem deputados destes.
Read On

Na terra da impunidade (2)

0 opinioes

Não sendo hábito juntar-me às causas deste partido, resta-me dizer que nesta causa sinto-me filho da mesma luta. Contra a impunidade, já!
Read On

Na terra da impunidade

4 opinioes

Na terra da impunidade Jorge Nuno Pinto da Costa está livre e continua a passear no seu mundo do futebol onde já foi provado que é corrupto (na forma tentada dizem). Na terra da impunidade Domingos Névoa acaba por se demitir por ele próprio vítima da pressão pública, porque na terra da impunidade Domingos Névoa é culpado de corrupção, paga 5 mil euros e é nomeado para uma empresa com dinheiros públicos. Na terra da impunidade inventam-se declarações, roubam-se provas e abrem-se telejornais e jornais com gordas que dizem mentiras. Na terra da impunidade isto é possível.
A terra da impunidade é também a terra sem memória. Porque na terra sem memória aquilo que fazemos hoje é esquecido amanhã. Para o bem e para o mal. E aquilo que não fazemos hoje também é esquecido amanhã. Para o bem e para o mal.
Porque na terra sem memória quem faz mal passa impune. Quem faz mal ou não faz passa despercebido e volta à ribalta como se tivesse feito. Feliz na terra da impunidade e sem memória que é Portugal.
Read On

Regresso

0 opinioes

O Abertamente Falando tem-se feito de férias e regressos. Anunciados e de surpresa. Promessas de maior frequência e momentos de "compêndio" de ligações externas para textos alheios. Hoje mudou de cara. Em definitivo creio. O tempo. Esse ele próprio me dirá que tempo tenho para ele. Vão seguindo algumas novidades na Livraria Centésima Página - Guimarães, e outras a anunciar em breve noutros palcos e locais. Sigam-me também no pássaro azul ali ao fundo que começo a descobri-lo agora. Quando o post for muito grande vão ter também que carregar neste botão já aqui em baixo à direita que diz Read Full Post. A optmiziar para português brevemente.
Read On

Incêndio

8 opinioes

Segundo incêndio na freguesia de S. Sebastião, centro da cidade de Guimarães, no espaço de 4 meses. Uma mão cheia de famílias está agora desalojada. Não se tratando de casas abandonadas, falta política de proximidade?
Read On